TRABALHOÚltimas Notícias

Em audiência pública, FES cobra inclusão do pagamento da data-base na LDO do próximo ano

Durante a manhã desta terça-feira (9), servidores(as) públicos de diferentes categorias se reuniram na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), para debater sobre a recomposição salarial e terceirizações em uma Audiência Pública. Como reivindicação, os(as) trabalhadores(as) cobraram a inclusão da Data-Base e dívidas da recomposição passada na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que deverá ser votada na próxima segunda-feira (15).

O encontro convocado pelo deputado estadual professor Professor Lemos (PT), junto ao Fórum das Entidades Sindicais (FES),  foi palco de intensos debates sobre as perdas salariais dos(as) trabalhadores(as) do Estado, que já somam à 40% de defasagem e discutir também o avanço da política privatista de Ratinho Jr, que por último ato, pretende vender 204 escolas paranaenses.

De acordo com a presidenta da APP-Sindicato, é necessário que o governo adote uma política salarial que valorize tanto servidores(as) da ativa, quanto aposentados(as).

“Primeiro queremos o cumprimento da lei da Data-Base de todos os anos, temos esse pleito no FES, o zeramento dessa dívida e a aplicação deste ano. Segundo, nós queremos que conste na LDO e LOA do ano que vem a que esteja previsto o pagamento Data-Base e um percentual para pagar a dívida, que já chega a quase 40%”

Walkiria Mazeto reforça que o espaço é importante para denunciar a política de desvalorização de Ratinho Jr e reforçar a luta dos(as) servidores(as por melhores condições. 

“Para esse sistema não somos importantes, por isso fazemos a luta todo dia. Para não sermos sucumbidos por esse sistema. Nós fazemos luta para sobreviver. Nós precisamos entender que teremos que fazer a luta sempre”, completa Walkiria. 

Como encaminhamento, o Deputado Lemos deverá propor a inclusão do pagamento da Data-Base na LDO, além de cobrar que o Projeto de Lei Nº 02/2023, que prevê a isenção da cobrança de previdência para aposentados(as) e pensionistas que recebem até o teto do INSS seja assinado por deputados(as) da base e da oposição.

“É importante que a gente pressione, porque isso reduziu o salário dos(as) nossos(as) aposentados(as) e pensionistas e ao contrário de corrigir o salário, nós temos servidores(as) que estão ganhando menos do que ganhavam antes da reforma da previdência. Isso é um absurdo e precisamos corrigir isso”, ressalta Lemos.

Fonte: APP-Sindicato

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios